Cadastro Nacional Médico
 

Dr(a).  expandir >

 
 




Você está em: Inicial >> Artigo >> 295 O Sexo Anal

O sexo anal

 Feed RSS de Artigos Feed RSS
 
Postado em 20/04/2009 às 10:00:00 por Carlos de Carvalho

Visitas: 2.274

O sexo anal

 

O sexo anal

 

O sexo anal se consiste realização do desejo sexual, mediante a introdução do pênis ou outro objeto no ânus, que pode ser vivido nas relações heterossexuais.

Pode ser praticado em brincadeiras sexuais com a parceira

O sexo anal está presente nas relações heterossexuais, principalmente porque os homens buscando uma variação sexual com suas parceiras, fantasiam a penetração anal como uma grande realização de conquista, sem falar de um certo sentimento de domínio e poder.

As mulheres por outro lado, tem na fantasia sexual o desejo anal, mais como uma tentativa de satisfazer os impulsos sexuais do parceiro, agregando a esta experiência a possibilidade de demonstrar o quanto estão envolvidas na relação.

A entrega sexual na relação anal, acaba funcionando como um aval sem restrições ao relacionamento como um todo.

Embora considerado por muito tempo, uma manifestação sexual impura e desaconselhável, tanto pelas crenças religiosas que sempre a condenaram veementemente, quanto pelos médicos que a associavam a perversão e doenças, hoje mais divulgada e aceita, aparece na intimidade sexual das pessoas em algum momento, senão por curiosidade, pelo prazer obtido na prática do sexo anal.

Sem dúvida nenhuma a relação anal, carece de alguns critérios e cuidados.

O ânus não tem a lubrificação espontânea que acontece na vagina, quando do excitamento, portanto a relação anal necessita de alguns procedimentos, tais como lubrificação, hoje facilitada pela apresentação gel a base de água encontrada em qualquer drogaria.

A relação anal é uma variável sexual, uma vez que o ânus compõe a região genital, ricamente irrigado e com possibilidades de excitamento quando estimulado.

Porém, não são todas as pessoas que obtém o prazer sexual na região anal, por uma série de razões, entre as quais aspectos culturais e repressões sociais, ou mesmo desconforto e dor na relação.

A relação anal pode ser saudável, desde que os parceiros estejam de acordo com sua realização, o prazer está vinculado a boa e contínua estimulação, facilitando assim o relaxamento suficiente a penetração, sem danos a mucosa anal.

Lembrar também que a higiene anal, carece de cuidados especiais, com lavagem intima anal que deve ser feita antes de qualquer tentativa de relação anal.

Jamais a introdução do pênis na vagina após a relação anal deve ser feita, antes uma boa higienização, pois bactérias presentes no ânus podem contaminá-la, possibilitando infecções, corrimentos e outras conseqüências.

Lembrar sempre que o ânus não tem o propósito da prática sexual e embora não tenha sido feito para o sexo, pode sim com criatividade ser uma variação sexual.

Nas relações sexuais, o sexo anal pode transformar-se num fato novo, um complemento de prazer, transformar o sexo anal numa norma sexual constante pode não ser uma boa idéia do ponto de vista físico, principalmente se causar desconforto e dor.

Cabe a parceira controlar o ritmo, profundidade e intensidade da penetração.

O sexo anal só é bom, se os dois estiverem coniventes na experiência, cabe a pessoa penetrada, controlar ritmo, profundidade e intensidade da penetração, se um dos dois se manifestar contra, o bom senso deve prevalecer e o desejo do outro respeitado

 

 

A MEGA 21 possui Tratamentos Médicos de Antienvelhecimento (Anti-Aging) direcionados para a longevidade com qualidade de vida física, psíquica, familiar, laborativa e social
Saiba mais

 

Fonte: Cássio dos Reis.

 

 
 
Cadastro Nacional Médico ® Todos os Direitos Reservados - Publicidade - Feeds RSS - Política de Privacidade